Skip to main content
Mark Orams entende que se deve definir o que se pretende para o futuro dos Açores
Mark Orams entende que se deve definir o que se pretende para o futuro dos Açores

“Não queremos que os Açores se transformem em mais uma ilha de Maiorca” alerta especialista

Mark Orams diz que os Açores são especiais e únicos e é preciso haver uma mentalidade diferente para se definir o que se pretende quanto ao futuro dos Açores. Dá o exemplo da maior e mais procurada ilha das Baleares como um exemplo a não seguir, e por oposição apresenta a protegida ilha de Lord Howe, que controla a presença de turismo de forma muito criteriosa, como uma visão para o futuro dos Açores. “Mais não é necessariamente melhor”, defende.